Fios de Sustentação

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Com certeza você já ouvi por aí pessoas falarem de fios de sustentação, que levantam o rosto, fazem lifting, tiram as rugas e etc, não é mesmo? Ou melhor, talvez você já tenha até feito um procedimento desse e não gostou tanto do resultado, porque esperava por algo melhor. Pois então, vamos esclarecer algumas coisas. Mas desde já, eu adianto a você que os fios de sustentação são maravilhosos, mas é necessário saber exatamente qual usar e para qual finalidade você deseja fazê-lo. Para isso também é muito importante um bom profissional, porque é esse profissional que vai te ajudar na sua escolha certa e ele precisa dominar o assunto.

Os fios de sustentação são literalmente fios que são aplicados na pele para dar sustentação, reduzindo a flacidez e a queda da pele.

Existem 2 tipos deles: os absorvíveis e os não absorvíveis. 

Os tipos absorvíveis não permanecem no corpo e os novos materiais estimulam colágeno. São temporários, com durabilidade de, em média de 6 a 18 meses, dependendo do tipo de fio e com o organismo de cada pessoa. São mais seguros e diminuem riscos irreversíveis.

Já os não absorvíveis permanecem no corpo ou, em alguns casos, permanecem por mais ou menos 5 anos e, por isso, são considerados permanentes. 

Fios absorvíveis

PDO ou Miracu

São feitos de polidioxanona, um material sintético e totalmente absorvível. Esse tipo de fios de sustentação são produtores de colágeno, então são indicados para pacientes que necessitam de colágeno na pele.

Os resultados podem ser notados em 2 meses, pois é o tempo que demora para o surgimento de novo colágeno. A duração do fio é de 6 a 8 meses, até ser absorvido. Porém, o colágeno que foi produzido permanece no organismo e só será perdido com o passar do tempo, por causa natural, já que nosso corpo perde colágeno a cada ano.

Os fios PDO não proporcionam efeito lifting. É muito importante isso ficar bem claro. Inclusive, ele pode ser associado com o fio Silhouette que faz sustentação, conforme a descrição a seguir.

Silhouette

Eles são feitos de ácido poli-L-latico. O procedimento realizado com esse fio proporciona sustentação à pele, na região aplicada, oferecendo um efeito lifting, praticamente de forma imediata após a aplicação.

Além da sustentação e efeito lifting, o Fio Silhouette também tem ação na estimulação de colágeno, proporcionando, após alguns meses, melhora na pele. Sendo assim, temos 2 benefícios em um único tratamento.

A durabilidade desse tipo de fios é entre 12 e 18 meses.

Os fios absorvíveis PDO, Miracu e Silhouette são indicados para flacidez, então é super recomendado para arqueamento de sobrancelhas, redução de rugas nasolabiais (bigode chinês e linhas de marionete), pescoço, papada, mandíbula.

Eles são recomendados para pessoas a partir dos 30 anos de idade e com flacidez média. Pessoas com mais idade, que tem flacidez mais acentuada, cabe ao profissional avaliar se os procedimentos são indicados e se obterão resultados satisfatórios ao paciente.

Fios permanentes

Vou deixar uma dica importante: tudo o que é permanente, tem um risco muito maior de incompatibilidade orgânica, reações, rejeições do organismo e migração de área. Mais uma vez eu digo, é de extrema importância um profissional qualificado e experiente para orientar em todos os tratamentos, buscando indicar sempre o mais apropriado, conforme a necessidade e tolerância de cada paciente. Cada pessoa tem um organismo diferente!

Fios de Ouro

Foi um dos primeiros fios de sustentação que apareceu quando tudo começou, e tomou uma repercussão muito grande por ser um material nobre. Ele tem a função de causar um efeito lifting facial. Mas o sucesso durou pouco, por ser um material de baixa praticidade, não dando uma boa modelação nos contornos faciais e também por não ser muito seguro, pelo fato de poder romper na pele, ele se tornou mais obsoleto.

O fio de ouro é permanente, então não tem limite de durabilidade. Ele fica para sempre no organismo.

Fio Russo

Um dos mais antigos, o fio russo é feito de polipropileno. Uma substância compatível com o organismo, porém não absorvível.

Esse fio proporciona o efeito lifting, não tem durabilidade limitada, pois é permanente, mas hoje em dia já não é o procedimento mais recomendável devido às suas complicações. Ele tem as mesmas caracteríscitas do fio de ouro, bem como os mesmos riscos.

Fio Búlgaro

O fio permanente menos arriscado. Feito de policaproamida, esse material é absorvido pelo organismo em 5 anos, mais ou menos, após a aplicação. 

Ele é considerado permanente devido ao tempo de duração ser maior do que 3 anos, mas o organismo absorve esse material.

Hoje é pouco utilizado.

 

Legal, né?

Vale salientar que a aplicação dos fios de sustentação, não substitui a necessidade de outros procedimentos como toxina botulínica, preenchimento, bioestimuladores de colágeno, entre outros. Pelo contrário, ele pode ser associado a esses procedimentos. Mas é claro que tudo vai depender no nível de flacidez, nível de rugas. E tudo isso é avaliado pelo profissional, biomédico, médico ou dentista.

 

Agende uma consulta gratuita e saiba mais sobre esse tratamento fantástico!